quarta-feira, 27 de agosto de 2014

O poder da fé




A fé para muitos é loucura, mas tem melhor loucura do que acreditar no impossível.
A fé é isso, é você ter certeza de que um Deus invisível mas real irá atender a sua prece.

Hoje eu gostaria de compartilhar um testemunho meu:

Desde ontem eu estava com uma dor horrível um pouco abaixo do joelho, não estava conseguindo andar sem mancar! Era uma pontada forte, e eu não estava nem podendo dobrar os joelhos.
Eu até disse para Deus:
- Senhor eu não quero ir na sua casa amanhã ( hoje, quarta feira), mancando não.
Fui dormir, sentindo dores, acordei sentindo dores...

Comecei a fazer as tarefas de casa e indo pra lá e pra cá e a dor estava lá, impossibilitando meus movimentos e de terminar logo os serviços de casa.

Larguei o cesto de roupa ( é agora que entra o poder da fé)...
Coloquei as mãos no joelho e fiz uma oração do íntimo do meu coração e cheia de fé, também repreendi o mal (dei até um sai)

E comecei a caminhar em passos largos sem dor nenhuma pelo quintal de casa. Que benção! Eu estou curada!
Logo depois, dobrei meus joelhos para dar Graças a Deus por aquela benção alcançada. 

Realmente quem tem dor fica impossibilitado de muita coisa.
Deus sabia que eu não aceitava aquela dor, mas eu só havia falado com boca, não clamado da alma, mas a partir do momento que eu me prostrei a Deus e me revoltei contra aquela dor, então mostrei toda a minha necessidade e fé de ser curada, então houve o milagre.

Assim acontece com muita gente,
 Pedem algo a Deus, mas pedem de qualquer maneira, pedem mal e não é atendida, é porque lhe falta intrepidez, sinceridade e acima de tudo fé. Se você não se revoltar e aceitar, então nada vai mudar.

Texto: Mateus 17.20 - "... ; Pois em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e ele passará. Nada vos será impossível".

Se você tiver fé minha amiga, você pode ser curada agora, deste problema, desta doença incurável...
Se apegue a fé, se apegue a Deus.

Beijo grande
Na fé, sempre.
Luh.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Diário de Anita - Por que não ver a realidade? Capítulo 5 - Minha amiga não era mais virgem!

Do Bookporn

Estava muito animada para ver o filme com o Augusto, porém também estava um pouco desconfortável com aquela situação...
O filme era lindo, super romântico, até chorei...
O Augusto foi um cavalheiro, só me deu uns beijinhos, mas não passou dos limites como nas vezes do cinema! Eu nem acreditei, será que ele havia percebido a cara que eu fiz quando ele nos levou para o seu quarto?
Depois do filme, o Augusto me trouxe até em casa, minha mãe estava me esperando na sala, só porque eu cheguei 23:30...
Aquela era outra situação chata que eu estava vivendo, a pegação no pé da minha mãe!

Na escola, minhas amigas estavam falando  de sexo...
Não acreditavam que eu ainda era virgem com 15 anos de idade. Como assim? hello?!
Minha mãe não era de falar de sexo comigo, mas não era um tabu para mim. Apenas eu queria me entregar para o cara certo, queria casar e ser feliz como os meus pais eram, queria seguir o exemplo da minha mãe, mas pelo jeito os pensamentos das minhas amigas eram bemmmm diferentes dos meus!

- Anita, seu namorado e você...
Vocês nunca...
Amiga!!! eu não acredito que você é virgem???
Exclamou incrédula a minha amiga Mariana...

-Mari, o que que tem?
Amiga, o Augusto então deve te amar muito viu?!, porque quem aguenta esperar!
Ele nunca tentou nada? Vocês não falam sobre sexo?

Eu morri de vergonha com tanta naturalidade em que a Mari falava, ela então não era mais virgem faz tempo!!!

- Mari, você não é mais virgem???
-Eu!!! eu não!!!
E isso é a coisa mais normal amiga. Eu perdi minha virgindade com o Fernando, lembra dele?
Claro que eu lembro e não acredito, mas o Fernando não tinha nada a ver com você, vocês nem namoraram!!!

-Pois é...
Mas ficamos por um tempão.
Depois ele sumiu, aquele cachorro. Hoje eu sei que ele está com outra. Mas eu não tô nem ai para ele!

Em casa, eu não conseguia me concentrar nos estudos.
Eu gostava da Mari, e senti pena dela. Ela até era popular na escola, mas logo pensei na conversa em que minha mãe teve comigo, a Mari era fácil demais, eu não queria ser assim! 

O telefone toca...
-Oi Mari, tudo bem?
-Oi Nita, quero te convidar para uma festa...
Festa? de quem?onde?
Neste sábado na casa da Pam, os pais dela vão viajar e ela vai dar uma festinha só para os amigos, topa???
Eu vou ver com o Augusto, porque sábado ficamos juntos...
Traz ele!!!
Tá eu vou ver e depois eu confirmo.
Tá ok!
Beijo miga
Beijo

Continua no próximo domingo, ou segunda!  :-)

Beijo, beijooo

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Guardando o coração...


Arrependo-me de haver posto a Saul como rei; porquanto deixou de me seguir, e não cumpriu as minhas palavras. 
1 Samuel 15:11


Deus escolheu Saul como Rei, pois Saul tinha um coração bom, boas intenções para com seu povo, era  humilde a ponto de reconhecer que era o menor de sua casa, mas Deus deu o suporte a ele a ponto de  se tornar comandante de uma grande nação, de pequeno, Deus lhe fez grande, mas por uma distração, por vaidade e se acomodar com a situação grande em que chegou, DESOBEDECEU a Deus a ponto de não mais ser sensível ao ouvir a sua voz, de não obedece-lo, de não mais Segui-lo e sendo ele senhor de si mesmo.
O seu fim foi ali, naquele ponto, no momento em que desobedeceu e deixou a vaidade entrar no seu coração a ponto de Deus se ARREPENDER de te-lo constituído a Rei.
Isso acontece com qualquer um nos dia de hoje, quando deixamos o orgulho entrar no nosso coração e desobedecemos a Deus, causamos nossa própria ruína.  

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Diário de Anita - Por que não ver a realidade? Capítulo 4 - A conversa de mãe



Quando minha mãe quis conversar comigo, percebi pelo tom que havia preocupação...

Filha, como está o seu namoro com o Augusto?
Mãeeee está tudo bem!
Filha, você já está uma mocinha, tem quinze anos, tem coisas no namoro que você tem de saber!!!
Ah mãe! eu não quero conversar sobre isso não...
Eu e o Augusto nos gostamos muito e estamos bem, se é o que quer saber!
Tem meninas na sua idade que estão grávidas e outros que já estão no segundo filho! Disparou a minha mãe.
Você tem de entender que namorar não pode passar dos limites, você tem de se dar ao respeito, senão menino nenhum casa com você, porque assim fica fácil.
Eu me casei virgem com o se pai, tivemos muitas lutas mas estamos juntos e nos respeitando até hoje.
Filha, cuidado! Não vá estragar a sua vida...
Não deixe seu namorado passar dos limites, ele é homem!!!

Nossa, eu fiquei com muita raiva daquela conversa.

Porque que minha mãe estava se metendo no meu namoro, e porque ela falou tudo aquilo?
Até parecia que sabia de algo, eu fiquei revoltada...

Passado alguns dias, contei para o Augusto a conversa com a minha mãe.
Ele me disse para não me preocupar, que era coisa de mãe...

Eu não conseguia tirar aquela conversa da cabeça, como minha mãe sabia que o Augusto estava passando dos limites comigo? Será que alguém nos viu no cinema? Será que minha mãe estava me seguindo?
Aff, eu estava ficando "grilada" demais com aquela conversa toda.

Quando chegou o sábado o Augusto me chamou para ir ao cinema...
Eu não quis ir, ele ficou bravo comigo, mas lhe disse que estava muito preocupada com o que a minha mãe tinha me falado...
Ele disse para eu parar de bobagem e que se eu ficasse nessa neura as coisas entre nós não daria certo.

Ele me convidou então para ir a casa dele, mas antes passamos na locadora e alugamos um filme de romance (eu que escolhi, rs).
Tudo parecia muito bem...
Chegando na casa de Augusto a irmã dele estava de saída... Mas os pais dele estavam lá.
Eu não gostava muito de ir na casa dele não, eu acho que a irmã dele não ia muito com a minha cara.

O Augusto foi preparar pipoca para nós e pegou duas latinhas de refrigerante.
Mas não deixou na sala, disse-me que assistiríamos o filme em seu quarto, pois não queria que seus pais viessem a nos perturbar...

Continua no próximo domingo...
Ps. Meninas me desculpem por não ter postado ontem (domingo)  foi muito corrido para mim, mas no domingo fiquem ligadinhas, ok?

Beijo, beijooo

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Somente Ele pode lhe dar o descanso...


"Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu darei descanso a vocês. 
Mateus 11:28



Somente Deus para aliviar as feridas do nosso coração. Não adianta fazer tantas coisas, querer ser tantas coisas, se não há paz, se dentro do seu interior se encontra em pé de guerra...

Deus é tão misericordioso que chama os cansados e sobrecarregados para dar-lhes descanso e paz.
Deixe Deus ser o dono do seu coração, não viva apenas para satisfazer os seus desejos, pare para dar atenção aos que estão a sua volta, não se apegue ao bem material, hoje você pode ter tudo, querer tudo, mas se você morrer agora, acabou tudo!

Preencha sua vida com o que realmente vai te fazer feliz, se desapegue das coisas que te faz chorar e infeliz. A vida é muito passageira...
Deixe Jesus caminhar contigo, dê a Ele o seu coração e seja muito feliz.
Aprenda a viver pela fé e a depender da fé, pois sem Deus nada podemos fazer.


Na fé, sempre



domingo, 10 de agosto de 2014

Diário de Anita - Por que não ver a realidade? Capítulo 03 - O Cinema

 
Quando o Augusto me perguntou : - Promete?
Tive medo de responder... eu não sei porque!
 O tempo passou e o Augusto parecia outra pessoa, voltara a se carinhoso comigo, um ótimo namorado.
Certa vez fomos ao cinema, mas nós já íamos ao cinema!, porém desta vez o Augusto me levou para as últimas fileiras, nem vimos o filme, ele não parava de me beijar, senti suas mãos a correr pelo meu corpo, não queríamos que brigássemos e deixei, mas só porque tive certeza que nada demais aconteceria ali em um lugar público... 
Eu sabia que o Augusto me amava e por isso dei a ele algumas "liberdades" no nosso namoro, eu também o amava, eu sabia que não era o certo, mas eu não queria perdê-lo, eu não queria vê-lo brigado comigo, logo agora que ele estava tão carinhoso! 
O Augusto era realmente lindo, branquinho dos olhos verdes, uma leve barba, sempre arrumado, cursava faculdade de veterinário e ajudava o pai dele no consultório, também de veterinária.Ele sempre foi muito responsável, era um cavalheiro. 
Na escola quando acontecia de ele me buscar, sempre havia comentários das minhas amigas: "Miga, com todo respeito mas que gato esse seu namorado, segura esse homem hein, porque igual a ele está difícil!" e davam risadas. Eu me achava a menina mais sortuda do mundo.  
Nossos "encontros" no cinema eram cada vez mais frequentes, já que lá era um lugar mais "reservado" para nós dois. 
Certa vez, minha mãe me chamou para conversar: Filha hoje vamos falar do seu namoro, tudo bem?

Como assim? - pensei...

Essa Anita não aprende mesmo né? será que depois da conversa com a mãe dela as coisas mudam? O que acham?
Continua no próximo domingo...Até lá!

sábado, 9 de agosto de 2014

Botas over the knee: Como usar?

Oi meninas,

Hoje eu vim trazer para vocês, alguns looks com a bota over the knee, são botas acima do joelho e o que vemos por ai, são muitos, mas muitos looks com mini saias, o que não tem nada a ver com mulheres discretas e cristãs, correto?Esse tipo de bota é muito bonita e dependendo do look composto lhe deixa muito mais elegante;

Agora a pergunta que sempre vem à tona quando assunto é cano longo: as baixinhas podem usar? Eu não gosto muito dos termos ‘pode’ e ‘não pode’, pois a moda acima de tudo é liberdade, sentir-se bem e bonita. Mas é claro, conhecer o nosso corpo é fundamental e ajuda muito na hora de compor looks legais.

 Faça looks com saias e vestidos soltinhos, preferencialmente em comprimento midi ou com calças mais justinhas  com casacos alongados para combinar com suas over the knee boots.


Dicas de como usar a sua bota over the knee:

1. Use a bota com saia lápis ou outras de comprimento no joelho ou abaixo dele, não deixando o final do cano da bota aparecer, dando a impressão de continuidade da perna e com isso você ficará elegante e mais alta!
2. Todo look que é feito com sobreposições fica mais interessante e bonito visualmente. Então abuse de casacos, trench coats, suéter por cima de outra blusa ou jaquetas.
3. Não tenha medo de ser feliz ou  ficar pensando o que vão pensar do seu look, cada um é diferente do outro e isso é o que torna o ser humano interessante, a diferença. 

Bora conferir algumas inspirações...









overtheknee14

overtheknee16


E ai, gostaram?
Beijo, beijooo



Seguidores